segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Por favor não é implorar… obrigado(a) não é rebaixar-se…pedir desculpas não é humilhar-se, demostrar os sentimentos não é fraqueza

Pedir por favor, dizer obrigada, pedir desculpas, fazer elogios com lógica e demonstrar às pessoas que amamos o quanto gostamos delas não deveriam ser “tabu”!
Pedir por favor é adicionar magia ao pedido.
Dizer obrigada(o) para quem nos fez um bem ou nos disse algo de bom é enaltecer esta pessoa por se dedicar a nós.
Pedir desculpas quando errarmos é reconhecer a importância que outros têm na nossa vida, é valorizar as lições que nos ensinam.
Fazer elogios, com lógica, é alegrar os outros. Por menos vaidoso que seja, ninguém fica indiferente a um elogio bem feito. Muitas das vezes, um fazer elogio é fazer um bem.
Por isso, deveríamos agradecer sempre às pessoas que nos fazem bem.
Se calhar não é preciso dizer ao mundo quem são as pessoas que amamos. No entanto, parece que saber que realmente somos amados nunca é demais.


Paula Ribeiro

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Si ka badu ka ta biradu ma…


Bira i sabe…
Tchiga i sabe…
Ma bira pa torna parti … Temp ka ta ser suficient pa aproveita td temp perdid.
Kada abrase, cad beiju é um tentativa di compesa algo perdid, um alegria pa oportunidade di vivé um grand moment e é um esforso pa guarda i leba pa hora ku sodad apert.
Hora di parti… kel nó na garganta!
Kel apert na pet!
Até kaundo?
Kant passa mal? Kant passa bem?
E kuse k regress ta guardam….

Paula Ribeiro