segunda-feira, 23 de maio de 2016

Cobra-se




Cedo ou tarde aprendemos que na vida temos poucas (ou nenhumas) garantias. Aprendemos que existem coisas que não podemos exigir de ninguém.
Aprendemos que amamos porque sim, ainda que não sejamos amados porque não (ou por algum motivo). Por isso, apreendemos, cedo ou tarde, que não se cobra o outro por não nos amar. Somos amados ou não somos amados, e o máximo e o mínimo que se pode é fazer com que os outros nos amem. No entanto, mesmo que não se ame é necessário respeitar e se se amar só se ama porque se respeita. Por isso, exija respeito. Cobre respeito!